"A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, procedeu à localização e detenção fora de flagrante delito de um indivíduo de nacionalidade portuguesa, com de 17 anos de idade, por existirem fortes indícios da prática de um crime de roubo qualificado, com recurso a arma de fogo, na zona da Queluz-Belas", informou a PJ em comunicado.

Segundo as autoridades, "as vítimas, uma rapariga e dois rapazes, com apenas 13 anos de idade, todas imigrantes em Portugal, foram surpreendidas pelo assaltante quando saiam da Estação ferroviária de Queluz-Belas e se dirigiam para as suas residências".

"O suspeito viu-as, primeiramente, na Estação de comboios e, depois, seguiu-as até um local onde verificou que circulavam sozinhas, momento em que aproveitou a inexistência de testemunhas para rapidamente as atacar, agredindo-as fisicamente e criando-lhes medo e inquietação com a exibição de uma arma de fogo, conseguindo assim, de forma violenta, apropriar-se do dinheiro e dos telemóveis que possuíam", é explicado.

De acordo com a PJ, "os factos criminosos ocorreram há cerca de um mês" e a investigação levou à "identificação, localização e detenção do seu autor".

"O suspeito ora detido foi presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Sintra, onde lhe foi imposta a medida de coação de prisão preventiva", é ainda referido.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.