“Vamos escolher outro caminho”, disse Donald Trump aos jornalistas na Casa Branca, em Washington.

O Presidente dos EUA assinou uma ordem executiva a instruir todas as agências governamentais a fornecer informações sobre o número de cidadãos sem nacionalidade norte-americana a habitar no país.

"Vamos usar [os dados das diferentes agências] para elaborar um relato completo da população não-cidadã [...] Acho que será muito mais preciso" do que incluir a questão no inquérito, acrescentou.

Donald Trump recuou assim a vontade de adicionar a questão sobre a naturalidade no Censo, duas semanas depois do Supremo Tribunal dos Estados Unidos ter bloqueado a sua intenção.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.