"As minhas filhas e eu queremos agradecer aos milhões de pessoas que nos mostraram o seu amor e apoio neste tempo horrível. Obrigada por todas as orações. Precisamos definitivamente delas", começou por escrever Vanessa Bryant na sua conta de Instagram.

"Estamos totalmente devastados com a perda súbita do meu adorável marido, Kobe — um pai incrível para as nossas crianças; e da nossa linda e adorável Gianna — uma filha amorosa, atenciosa e maravilhosa e uma irmã incrível para Natalia, Bianka, and Capri", acrescentou.

"Estamos devastados pelas famílias que perderam os seus entes queridos no domingo e partilhamos a sua dor", disse ainda.

Kobe Bryant, considerado um dos melhores basquetebolistas de sempre, morreu no domingo, aos 41 anos, num acidente de helicóptero nos arredores de Calabasas, no sul da Califórnia, que vitimou nove pessoas, entre as quais a sua filha Gianna, de 13 anos.

"Não há palavras suficientes para descrever a nossa dor neste momento. Temos conforto em saber que Kobe e Gigi sabiam que eram profundamente amados. Fomos incrivelmente abençoados por tê-los nas nossas vidas. Eu gostava que estivessem connosco para sempre. Foram bençãos que nos tiraram demasiado cedo", confidenciou.

"Não tenho a certeza do que as nossas vidas reservam a partir de agora, é impossível imaginar a vida sem eles. Mas acordamos a cada dia tentando continuar, porque Kobe a nossa menina, Gigi, iluminam-nos no caminho. O nosso amor por eles é infinito — impossível de medir. Quem me dera poder abraçá-los, beijá-los, abençoá-los. Tê-los aqui connosco para sempre", disse Vanessa, deixando depois um pedido.

"Obrigado por partilharem a nossa alegria, a nossa dor e por estarem connosco. Pedimo-vos que nos dêem o respeito e privacidade que precisamos para navegar esta realidade. Para honrar a nossa família Team Mamba, a  Mamba Sports Foundation criou o fundo MambaOnThree para ajudar as outras famílias afetadas por esta tragédia. Para doar, por favor acedam a MambaOnThree.org . Para continuar a apoiar o legado de Kobe e Gianna no desporto jovem, por favor visitem o site MambaSportsFoundation.org .

Considerado um dos maiores jogadores de basquetebol de sempre, Kobe Bryant, conhecido por "Black Mamba", foi o melhor marcador de sempre dos Los Angeles Lakers (33.643), clube a que esteve ligado durante toda a sua carreira de 20 anos, tendo conquistado cinco títulos de campeão e sido chamado 18 vezes ao ‘All-Star’.

Pelos préstimos do seu lendário jogador, os Los Angeles Lakers retiraram os números de Kobe Bryant, 8 e 24, das camisolas de jogo.

Bryant conquistou três títulos da NBA consecutivos, entre 2000 e 2002, fazendo uma dupla temível com Shaquille O’Neal, voltando às vitórias em 2009 e 2010, então em “colaboração” com Pau Gasol. O ex-jogador recebeu também duas medalhas de ouro pela prestação da equipa de Basquetebol dos EUA nos Jogos Olímpicos de 2008 e 2012.

O basquetebolista era também, até à madrugada de domingo, o terceiro maior marcador na história da NBA — e um dos únicos sete atletas que ultrapassaram a marca dos 30.000 pontos — , com 33643 pontos, mas foi ultrapassado por LeBron James, que atingiu 33655 pontos na carreira.

Em jeito de homenagem à antiga estrela, James utilizou uns ténis especiais para o efeito (com a inscrição "Mamba 4 Life"). Bryant respondeu ao feito, escrevendo "Continua a levar o jogo para a frente King James. Muito respeito irmão #33644", no Twitter.

Em abril de 2016, aos 38 anos, Kobe disputou a sua última partida na NBA, na qual marcou 60 pontos frente aos Utah Jazz, e tornou-se o jogador mais velho a anotar pelo menos 50 pontos num jogo na NBA. Após a reforma, lançou um fundo de capital de risco.

Essa não foi, porém, a sua única iniciativa pós-basquetebol. Em 2018, Bryant recebeu um Óscar da Academia por melhor Curta de Animação pelo filme "Dear Basketball".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.