Obamacare (que permitiu o acesso de milhões a cuidados de saúde), acordo nuclear com o Irão, aproximação a Cuba, a captura de Osama Bin Laden, a recuperação da economia norte-americana, o acordo de Paris (para proteger o ambiente e, com ele, o futuro das novas gerações), o Nobel da Paz...

Por outro lado, Wall Street continua a ter bancos grandes de mais para cair, ainda existem 55 detidos em Guantánamo, aumentou a tensão inter-racial, depois de oito anos o poder cai nas mãos de republicanos e a América mostra-se profundamente dividida.

A História irá revelar o peso de cada decisão tomada na Sala Oval e nos corredores da Casa Branca. No entanto, ao longo dos últimos oito anos, Obama mostrou-se um presidente descontraído, próximo, com imenso carisma. E as imagens falam por si.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.