Em comunicado, a DGS diz que na quinta-feira foram administradas mais de 105.000 vacinas no país, das quais mais de 40.720 contra a gripe (3.559 em farmácias) e cerca de 64.400 doses de reforço da vacina contra a covid-19.

“A intensificação do ritmo de vacinação continua a ser uma prioridade pelo que os centros de vacinação do país estão empenhados em vacinar pessoas convocadas através de agendamento central e local, na sua capacidade máxima”, refere a autoridade de saúde.

A DGS sublinha que centros de vacinação estão “a trabalhar para que o processo seja fluído e célere, mesmo com grande afluência” e apela à “melhor compreensão dos utentes face a eventuais constrangimentos pontuais que possam ocorrer”.

A Direção-Geral da Saúde mantém o apelo à vacinação contra a gripe e contra a covid-19, lembrando que esta “é a melhor forma de proteção dos mais vulneráveis, especialmente nesta altura do ano, em que as temperaturas são mais baixas”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.