"Depois daquilo que se passou nos Estados Unidos, o ensinamento, nomeadamente para os países que têm Governos que continuam a apostar na desvalorização do trabalho e dos trabalhadores, que aquilo que lhes pode acontecer amanhã é precisamente aquilo que aconteceu aos democratas nos Estados Unidos da América. Mais que não seja, aprendam com os erros dos outros para que amanhã não sejam vítimas dos seus próprios erros", afirmou Arménio Carlos, quando questionado sobre a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais dos Estados Unidos.

Sublinhando que o resultado alcançado não está dissociado do mal-estar que se verificava no âmbito laboral e social dos Estados Unidos da América, o secretário-geral da central sindical acrescentou que a vitória de Trump também reflete a ideia de que "o mal menor por norma transforma-se em mal maior".

"Relativamente ao mundo, se até agora estávamos preocupados, é caso para dizer que a partir de agora começamos a ficar angustiados", vincou Arménio Carlos, que falava aos jornalistas no final de um encontro com o líder do PSD, Pedro Passos Coelho, na sede da CGTP-IN, em Lisboa.

Contra o que previam as sondagens, o polémico magnata do imobiliário e candidato republicano venceu as eleições de terça-feira, obtendo 276 votos no colégio eleitoral, contra os 218 conquistados pela adversária democrata, Hillary Clinton.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.