De acordo com a empresa, as contas removidas infringiam as regras da plataforma contra conteúdo e spam “não autênticos”. Na sua maioria, tratavam-se de “fábricas de anúncios” que fingiam ser fóruns de debate político, explicou a rede social.

O fundador e presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, disse recentemente que a rede social está “melhor preparada” contra as tentativas de interferência, a semanas das eleições intercalares de novembro nos EUA.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.