O comandante distrital de operações de socorro de Vila Real (CODIS), Álvaro Ribeiro, afirmou à agência Lusa que o incêndio “está a evoluir com grande de velocidade”, verificando-se que, numa hora, andou “um quilómetro e meio”.

Por isso, o ataque inicial foi musculado e para o local foram enviados todos os meios possíveis, inclusive oito meios aéreos que operaram até ao pôr-do-sol.

O alerta foi dado às 18:54 e o incêndio teve início nas imediações da pequena aldeia de Cubas, na freguesia de Valoura, onde normalmente residem apenas dois habitantes.

Álvaro Ribeiro referiu que o fogo lavra numa zona de declive acentuado e de povoamento florestal, já na serra da Padrela.

Segundo a página da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), pelas 20:30 estavam mobilizados para o local cerca de 170 operacionais e 37 viaturas, inclusive meios de fora do distrito de Vila Real.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.