Um militar francês disparou sobre um homem que o tentou atacar com um machete perto do Museu do Louvre, em Paris, disseram fontes policiais à Agência France Press. O indivíduo terá tentado entrar no Carrousel du Louvre, o centro comercial subterrâneo localizado por baixo do museu.

O Ministério do Interior informou que o atacante foi ferido com cinco disparos na zona da barriga, tendo ficado gravemente ferido e sido transportado para o hospital

O militar, membro da divisão antiterrorista “Sentinelle”, apresenta ferimentos ligeiros provocados pelo golpe de “uma catana”.

Centro comercial e museu foram encerrados temporariamente.

De acordo jornal francês Libération, que cita a polícia francesa, o atacante gritou "Allah Akbar" ("Deus é Grande) quando atacou o militar.

"Incidente grave de segurança pública em curso em Paris no bairro do Louvre, prioridade para a intervenção das forças de segurança e de emergência", escreveu o ministério do Interior na sua conta da rede social Twitter.

Na mesma conta, o Ministério do Interior pede ainda à população para não espalhar informações falsas e para seguir apenas as contas de segurança oficiais.

A área foi isolada pelas autoridades francesas e está em curso uma grande operação de segurança.

O porta-voz do Ministério do Interior referiu, numa mensagem difundida na mesma conta de Twitter do Ministério do Interior francês, que "este incidente lembra-nos que a ameaça está presente e que a segurança é uma responsabilidade de todos".

O Ministério referiu ainda na sua conta na rede social que as mochilas do atacante foram revistadas e que não continham quaisquer engenhos explosivos.

Ainda de acordo o Ministério, foi detida uma segunda pessoa, sendo que o seu envolvimento no ataque será ainda determinado pelo Procurador da República.

Entretanto o Museu do Loure e o Museu d’Orsay foram evacuados e a circulação na zona restringida pela polícia, incluindo o metropolitano

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, afirmou que o ataque ocorrido hoje contra um militar na zona do Museu do Louvre, em Paris, foi "visivelmente" um ato de terrorismo.

[Notícia atualizada às 10h52]

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.