“Quero prolongar o estado de emergência até às eleições presidenciais” entre abril e maio de 2017, disse François Hollande em entrevista à France 24, RFI e TV5 Monde.

Manuel Valls também confirmou que o Governo vai pedir ao parlamento um novo prolongamento do estado de emergência, que termina em janeiro em 2017.

“Em cada dia, em cada semana redes de grupos extremistas são desmanteladas. Pessoas foram presas. Ataques têm sido evitados”, afirmou o primeiro-ministro.

O estado de emergência foi declarado por François Hollande, depois dos ataques terroristas em Paris a 13 de novembro de 2015.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.