No local, às 15:20, Henrique Armindo, segundo comandante do Comando Territorial de Coimbra, disse aos jornalistas que o homem sofre de problemas psiquiátricos.

A GNR pede à população “que comunique, caso aviste o homem, mas que não se aproxime, porque o homem pode estar armado e desconhece-se que tipo de comportamento poderá ter”.

Às 15:30, a GNR dizia aos jornalistas que mantinha “diligências” para encontrar o suspeito, que estará armado e que terá matado a mulher com um único tiro.

A GNR encontrou também outras armas no interior da casa.

No local, além da GNR, bombeiros e Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), está a Polícia Judiciária.

A vítima tinha 48 anos e o alerta para o incidente foi dado pelo filho do casal pouco depois das 07:30, disse à Lusa, ainda durante a manhã, a GNR.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.