Segundo uma nota do Gabinete de Apoio à Comunicação Social (GACS) do Governo Regional dos Açores, foram aprovadas dezoito candidaturas ao Regime de Incentivo à Compra de Terras Agrícolas (RICTA) ao longo deste ano, resultante no apoio de cerca de "meio milhão de euros" para a "aquisição de uma área total de 100 hectares".

As candidaturas aprovadas pela secretaria regional da Agricultura e Florestas, através do Instituto Regional do Ordenamento Agrário (IROA), representam um investimento global de 1,2 milhões de euros, nomeadamente, na ilha de São Miguel, do grupo oriental, e nas ilhas Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial, do grupo central, do arquipélago dos Açores.

O RICTA, uma linha de crédito bonificado criada pelo executivo açoriano, permite a aquisição de terrenos pelos agricultores que queiram "aumentar a dimensão das explorações, através do emparcelamento", tornando-as assim "mais competitivas".

A mesma nota explica ainda que para a "operacionalização" dessa linha de crédito foram estabelecidos "protocolos com as instituições de crédito que se mostraram interessadas", tendo sido definidas "condições gerais de recurso ao crédito" com base em razões de "economia, transparência e de uniformização de critérios".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.