A intervenção, promovida pela MatosinhosHabit em parceria com a Critical Concerte - Associação de Experimentação Cultural, insere-se no projeto “Escola de Verão” (Summer School Practice & Theory of Sustainable and Social Architecture), referiu, em comunicado.

A “Escola de Verão” é um projeto inovador de intercâmbio no âmbito da arquitetura social e sustentável e tem a duração de 16 dias.

Esta manhã, na receção ao grupo, a presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro, considerou este como “mais um exemplo do trabalho de proximidade” que o concelho, no distrito do Porto, faz em prol da comunidade.

“Este é um espaço emblemático de Matosinhos, é aqui que está a génese da comunidade matosinhense. Temos que valorizar o que já existe, por isso, fazia todo o sentido fazer isto aqui”, salientou, citada na nota.

Aos estudantes, Luísa Salgueiro (PS) deixou uma mensagem de gratidão, lembrando a “grande importância” deste trabalho para a família em causa.

“Sei que não é fácil com este calor e a praia aqui ao lado, mas aproveitem esta experiência única. São três semanas de muito trabalho, mas acreditem que estão a fazer a diferença na vida das pessoas, estão a contribuir para a felicidade de mais uma família de Matosinhos”, reforçou.

Já o presidente da Critical Concerte, Samuel Kalinka, explicou que os estudantes vão “trabalhar” a história do espaço e do bairro e, com a ajuda dos mentores, desenhar os espaços em conjunto, adaptando a casa às novas necessidades e aos atuas critérios de sustentabilidade.

Além de entender que este projeto de reabilitação urbana vai ajudar a melhorar a envolvente, o vice-presidente da Associação de Moradores do Bairro dos Pescadores, Lázaro Lopes, acredita que os moradores vão usar este exemplo para cuidar mais das suas habitações.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.