“Uma patrulha da guarda-costeira de Trípoli socorreu no sábado 152 migrantes, entre os quais 19 mulheres e três crianças, que estavam a bordo de duas embarcações pneumáticas”, indicou a guarda-costeira em comunicado na sua página na rede social Facebook, citado pela AFP.

De acordo com o texto, “uma primeira operação foi desencadeada a cerca de 20 milhas náuticas a norte de Zouara”, uma cidade costeira próxima da fronteira com a Tunísia e situada a 100 quilómetros a oeste de Trípoli”.

A segunda aconteceu a cerca de 200 milhas náuticas ao largo de Garaboulli, a este da capital.

Segundo a guarda-costeira, um petroleiro líbio já tinha dado início às operações de resgate antes da chegada das autoridades líbias, uma vez que a embarcação estava prestes a naufragar.

As autoridades não reportaram quaisquer mortos ou desaparecidos.

Os migrantes, com origem em países africanos e árabes, foram levados para Trípoli antes de serem transferidos para um centro de retenção em Tajoura, nos arredores da capital líbia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.