“Está tudo normalizado”, afirmou o responsável, comentando notícias que dão conta de alguns casos de falhas nos stocks.

Pimenta Marinho sublinhou que existem em toda a região Norte “cerca de 500 pontos de distribuição” de vacinas e atribuiu a uma maior procura este ano situações pontuais em que possam esgotar temporariamente.

“Este ano, as pessoas têm tido uma enorme procura, mais do que no ano transato e isso pode levar que pontualmente num ou noutro local possa num dia ou outro possa faltar vacinas, mas na generalidade nós temos vacinas e foram já distribuídas todas para que não haja falta de vacinas para quem necessita e deva ser vacinado”, declarou.

O presidente da ARS Norte falava em Bragança à margem das III Jornadas de Saúde de Trás-os-Montes e Alto Douro, onde indicou também que não há ainda sinais de aumento dos casos de gripe.

“A nível regional ainda não temos nenhum aumento de incidência de gripe, mas temos estado atentos”, afirmou, realçando que neste momento o importante “é reforçar a necessidade de vacinação contra a gripe”.

O responsável regional reiterou que “os centros de saúde têm a vacina disponível”, apelando “muito especial” aos “grupos de risco, as pessoas mais vulneráveis e com mais debilidade”, para que façam a vacina para “estarem menos suscetíveis à gravidade das complicações da gripe”.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.