À chegada para o segundo dia do 37.º Congresso Nacional do PSD, que decorre até domingo, em Lisboa, Hugo Soares foi questionado sobre o discurso de sexta-feira do presidente eleito, Rui Rio, tendo considerando que "não está ainda cabalmente esclarecida" a hipótese colocada pelo novo líder de viabilizar um governo minoritário do PS, cenário ao qual se opõe.

"Por discordar que o PSD possa ser uma espécie de muleta a quatro do atual modelo de governação disse que era importante que o PSD dissesse já que vota contra o próximo Orçamento do Estado porque esta é uma questão política essencial para sabermos como é que o PSD se vai colocar", adiantou aos jornalistas.

Hugo Soares assegurou, contudo, que este "não é nenhum desafio" a Rui Rio.

"Era só o que faltava. Quem sou eu para estar a condicionar as intervenções do doutor Rui Rio. Eu estou a dizer que eu defendo que o PSD deverá votar contra o próximo Orçamento do Estado por uma questão de estratégia política fundamental", garantiu.

Hugo Soares não voltará a ser candidato nas eleições para a liderança da bancada parlamentar do PSD, marcadas para quinta-feira.

Até agora, o único candidato à sucessão de Hugo Soares é o deputado Fernando Negrão.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.