O acidente ocorreu numa região a sul da capital, Banguecoque, na província de Chonburi, e o distrito onde se situa o porto já foi declarado “zona de perigo”, disse o diretor do porto de Laem Chabang, Yuthana Mokkhao.

De acordo com a agência de notícias France Press (AFP), o incêndio começou às 06:35 locais (22:35 em Lisboa) no navio porta-contentores KMTC Hong Kong, que estava atracado no porto de Laem Chabang.

As pessoas que trabalham no porto foram “afetadas pela inalação de fumo e atingidas por pequenas explosões provocadas pela explosão de contentores”, afirmou o gerente do porto.

Até ao momento há registo de 25 trabalhadores feridos pelas explosões ou com irritações causadas pelo incêndio, acrescentou por seu turno Sivaporn Buapong, chefe do Departamento de Prevenção de Desastres na província de Chonburi.

Este porto de águas profundas faz parte de um projeto de infraestruturas chamado Eastern Economic Corridor (EEC), que pretende transformar a zona costeira num centro tecnológico.

Anualmente, mais de sete milhões de contentores passam pelo porto de Laem Chabang, mas os planos de expansão vão permitir receber 18,1 milhões de contentores por ano.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.