Segundo a página da ANPC, estas ocorrências ainda são consideradas significativas, mas já se encontram em fase de resolução.

No incêndio que deflagrou hoje em Vila Nova de Paiva, continuam no terreno 143 operacionais e 38 meios terrestres, enquanto as chamas de Mação, que começaram na quarta-feira, ainda são combatidas por 668 homens e 201 veículos.

A Proteção Civil já tinha adiantado que também o incêndio de Gavião (Portalegre) estava dado como dominado, mas pelas 21:30 ainda era combatido por 480 operacionais e 146 veículos.

Da lista de ocorrências significativas fazem parte ainda os incêndios de Ribeira de Pena (Vila Real), que mobilizava à mesma hora 139 bombeiros e 39 meios terrestres, assim como o da Covilhã (Castelo Branco), com duas frentes ativas, combatido por 141 operacionais e 25 meios terrestres.

Segundo a mesma fonte, o incêndio de Ribeira de Pena conta com uma frente ativa e obrigou ao corte da Autoestrada7, entre Ribeira de Pena e Arco de Baúlhe.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.