Fonte do CDOS de Castelo Branco disse à Lusa que o acidente, que envolve cinco bombeiros da corporação de Proença-a-Nova, ocorreu por volta das 15:00 e as causas ainda estão por apurar, desconhecendo-se para já se os bombeiros estavam dentro da viatura de combate a incêndios que foi atingida pelas chamas.

Fonte da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil precisou à Lusa que os dois bombeiros sofreram queimaduras de segundo grau e foram transportados pelo helicóptero do INEM para o hospital de Coimbra, mas estão “livres de perigo”.

De acordo com a Proteção Civil, os outros três bombeiros sofreram ferimentos ligeiros e foram assistidos no local.

A fonte do CDOS de Castelo de Branco indicou que o incêndio que lavra desde as 13:43 no concelho de Proença-a-Nova tem uma frente ativa e está a consumir uma zona de mato, não estando a colocar em perigo aldeias ou habitações.

Este incêndio está a ser combatido por 304 operacionais, apoiados por 98 veículos e 11 meios aéreos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.