“O incêndio continua ativo e, neste momento, em maior risco estão as localidades de Granjal e Vila da Ponte e a EN226 está cortada”, disse à Lusa o comandante distrital de operações de socorro (CDOS) de Viseu.

Miguel Ângelo David acrescentou que “estão a ser direcionados meios para as localidades que correm mais riscos” e “o vento continua com rotações constantes e muito fortes, prejudicando a estratégia de combate”.

O presidente da Câmara Municipal de Sernancelhe adiantou que “a situação está muito delicada” em Granjal e Vila da Ponte e “a população está a ser informada do ponto de situação”.

“As pessoas estão junto das suas casas a ajudarem como podem e a população mais idosa está concentrada num espaço seguro. Não há nenhuma aldeia evacuada, mas temos tudo preparado para o caso de ser necessário”, afirmou Carlos Silva Santiago.

O alerta para o fogo em mato e pinhal foi dado às 12:02 e, às 21:40, estavam no local “mais de 300 operacionais apoiados três máquinas de rasto e mais de 100 viaturas”, segundo o comandante distrital.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.