No texto divulgado no portal da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa expressa "um agradecimento sentido a todos os portugueses que dirigiram votos de pesar e palavras de solidariedade às vítimas dos incêndios de 15 e 16 de outubro".

O chefe de Estado agradece também "todas as significativas opiniões e sugestões" para o país ultrapassar, "em conjunto, este flagelo" dos incêndios, "louvando assim o espírito nacional de entreajuda e de reconstrução, e as medidas já tomadas pelo Governo, que muito têm contribuído para a recuperação das pessoas e comunidades atingidas por esta tragédia".

No dia 15 de outubro deflagraram mais de 500 incêndios, o maior número de fogos do ano, tendo as chamas atingido particularmente 27 concelhos da região Centro, sobretudo os distritos de Viseu, Guarda, Castelo Branco, Aveiro e Leiria.

Na madrugada de 16 de outubro morreram 45 pessoas e cerca de 70 ficaram feridas devido às centenas de incêndios, que destruíram total ou parcialmente cerca de 800 habitações permanentes, quase 500 empresas e extensas áreas de floresta, estando ainda por apurar o valor global dos prejuízos, bem como o total da área ardida.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.