Um total de 60 militares, divididos em 12 patrulhas do Exército e três da Marinha, vão reforçar durante dois dias as ações de patrulhamento dissuasor em apoio à Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, adianta o Estado Maior das Forças Armadas, em comunicado.

Este reforço, explica a nota, serve para incrementar as ações de prevenção com especial incidência nos distritos de Beja, Évora, Faro, Portalegre, Santarém e Setúbal, nomeadamente através de operações de vigilância terrestre.

Contudo, caso seja necessário, os militares poderão ser chamados a agir em ações de pós rescaldo ou de apoio geral às operações de proteção e socorro que possam vir a ser desencadeadas.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, 22 concelhos dos distritos de Faro, Santarém, Castelo Branco, Leiria, Coimbra e Viseu apresentam hoje um risco máximo de incêndio e todos os distritos do continente, com exceção de Faro, estão em aviso amarelo devido à previsão de tempo quente até às 22:00 de sexta-feira.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.