O indiciado integrava um grupo de oito reclusos, que durante a madrugada cerraram as grades da sela onde estavam e fugiram, disse Yazalde de Sousa, diretor da Cadeia Central da Beira, citado hoje pelo canal televisivo STV.

Do número total de reclusos que fugiram, seis estavam em prisão preventiva, incluindo o suspeito pelo homicídio de Inês Bota, e dois estavam condenados.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.