Segundo a mesma fonte, a investigação da PJ está a cargo da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) e abrange igualmente irregularidades relacionadas com a gestão de viaturas do INEM.

De acordo com a Renascença, as delegações Norte, Centro e Sul estão a ser alvo de buscas, tal como a sede nacional, em Lisboa.

o Jornal de Notícias adianta que as buscas destinam-se à recolha de documentos e não estão previstas detenções nem constituições de arguidos. Em causa estão possíveis crimes de abuso de poder e outros ilícitos relacionados com a funcionalidade do INEM, escreve o mesmo jornal.

O Correio da Manhã detalha que as investigações “estão a ser direcionadas para as deslocações das ambulâncias, os trabalhos executados pelos funcionários, os horários e as presenças”.

Estas informações foi confirmada em comunicado do INEM, confirmado as buscas por parte do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa nas suas instalações.

De acordo com a nota, esta investigação ocorre "no âmbito de denúncias anónimas relacionadas com matérias de recursos humanos e contratação pública", acrescentando que "nenhum profissional do INEM foi constituído arguido".

"O INEM encontra-se a colaborar com as Autoridades, disponibilizando toda a documentação solicitada para que, com tranquilidade, possa ser analisada", termina a nota.

[Notícia atualizada às 13:33]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.