"Estamos a falar, no concelho do Fundão, da primeira vez que há uma rede de contágio dentro da nossa comunidade, mesmo que seja dentro da mesma família, e claro que é uma situação de enorme preocupação, enquanto não tivermos todas estas frentes encerradas", disse Paulo Fernandes (PSD) num ponto de situação que realizou hoje.

Segundo explicou o presidente, foi infetada uma senhora de 60 anos, que sofre de patologias graves, e foram feitos testes à família mais próxima, tendo duas pessoas dado negativo e outras quatro positivo.

Entre os negativos está uma jovem que frequenta a Escola Secundária do Fundão e cujo resultado permitiu afastar a hipótese de encerramento desta escola, referiu o autarca.

Entre os casos positivos, estão dois adultos e duas crianças, sendo que um dos adultos é colaborador dos Bombeiros Voluntários do Fundão e o outro trabalha no Lar da Misericórdia do Fundão, enquanto as crianças frequentam um infantário em Aldeia Nova do Cabo.

Por isso, decidiu-se realizar testes nos bombeiros locais e no Lar da Misericórdia do Fundão, bem como o encerrar "por precaução" o infantário de Aldeia Nova do Cabo e realizar testes a todas as 70 crianças e 30 funcionários que o frequentam.

De acordo com Paulo Fernandes, 27 bombeiros da corporação do Fundão foram testados hoje de manhã, dos quais 11 testaram negativo e os restantes aguardam o resultado.

Os utentes e funcionários do Lar da Misericórdia do Fundão também já começaram a ser testados, mas este despiste só terminará na segunda-feira, não existindo ainda resultados conhecidos.

O autarca também referiu que as normas de proteção individual do plano de contingência do lar estavam a ser respeitadas, o que aumenta a esperança de que o caso possa não ter afetado outras pessoas.

Ainda assim, as visitas que estavam a ser retomadas de forma restrita foram "imediatamente canceladas" naquela valência, situação que se manterá até que todo o risco esteja afastado.

Quanto ao infantário, as autoridades de saúde determinaram o "encerramento por precaução", medida que vai vigorar por 14 dias, devendo as crianças cumprir quarentena durante esse tempo, "independentemente" do resultado dos testes.

Entre todas as valências estão em causa cerca de 270 testes.

O presidente da Câmara espera que a resposta numa fase precoce possa impedir outros contágios e acrescentou as cinco pessoas infetadas estão em casa e a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde e pela Câmara do Fundão.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 465 mil mortos e infetou mais de 8,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.530 pessoas das 39.133 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.