Tiago Mayan Gonçalves subiu hoje ao púlpito da VI Convenção Nacional da Iniciativa Liberal (IL) para elogiar a “história de enorme sucesso em muito pouco tempo” conseguida pelo partido, “independentemente de falhas pelo caminho”.

“E uma história de sucesso que é a base de futuros sucessos porque nós também conseguimos construir algo absolutamente claro, absolutamente diferente, absolutamente convicto, absolutamente coerente e absolutamente credível para a população portuguesa”, defendeu.

O liberal manifestou “uma enorme confiança e convicção de que o sucesso não para aqui e será consolidado já no dia 30 de janeiro”, ou seja, nas eleições legislativas antecipadas do próximo ano.

Para o antigo candidato presidencial, “a proposta liberal está consolidada como a alternativa ao sistema vigente”, um caminho que foi possível desde a fundação, “mas particularmente no que foi o trabalho mais recente” desde a entrada no parlamento, em 2019.

“Estes dois anos liderados pela Comissão Executiva, mas também por tudo o que ela significou no trabalho parlamentar, no nosso trabalho em todas as campanhas que foram desenvolvidas, no nosso trabalho pessoal como membros nas redes, nos nossos círculos, este tem sido um trabalho contínuo e consistente que, eu estou certo, garantirá a continuação de uma história de enorme sucesso e crescimento para o partido”, antecipou.

Nas eleições presidenciais deste ano, as primeiras desde a fundação da IL, o partido decidiu apostar num candidato próprio e apoio Tiago Mayan Gonçalves, que conseguiu 3,22% dos votos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.