“Nas suas obras, Armstrong encontrou na compaixão o elemento comum a todas as religiões”, afirma o júri, que a considera uma das maiores autoridades atuais no conhecimento do judaísmo, cristianismo e islamismo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.