Bilel Chiahoui, de 26 anos, foi preso na quinta-feira depois de ter publicado mensagens nas redes sociais louvando aos autores dos atentados cometidos na Europa e afirmando que lançaria um ataque contra a Torre de Pisa, uma das grandes atracções turísticas de Itália.

A ordem de expulsão foi assinada ontem por um juiz que indicou que havia uma "prova de que o tunisino simpatizava com o jihadismo extremista e com o EI".

Após os atentados em França e na Bélgica aumentaram os receios de que algum "lobo solitário" cometa um ataque em Itália. Nas últimas semanas, vários suspeitos de ter vínculos com grupos extremistas foram expulsos do país.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.