O Ministério dos Negócios Estrangeiros disse que as empresas visadas pelas novas sanções lidam com financiamento, carvão e minerais, transportes, e até envio de trabalhadores norte-coreanos para o exterior.

As empresas já tinham sido sancionadas pelos Estados Unidos.

Um responsável do Ministério disse que esta iniciativa unilateral mostra o compromisso do Japão em relação às sanções, antes da reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas, em Nova Iorque, durante o dia, para discutir a situação da Coreia do Norte.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.