Conhecida por fabricar sapatos de gama alta para personalidades como a cantora colombiana Shakira, a atriz norte-americana Jessica Alba e a aristocrata britânica Pippa Middleton, a unidade do distrito de Aveiro deixou 55 funcionários no desemprego após um declínio que o sindicato do setor atribui não à falta de encomendas mas sim a "desavenças familiares, mau ambiente e má gestão".

Esta manhã terminava o prazo para manifestação das intenções de compra da empresa, mas, mesmo depois de vários interessados terem visitado a fábrica para se inteirarem do estado de conservação do imóvel e dos respetivos equipamentos, fonte do gabinete do administrador judicial que acompanha o processo revelou à Lusa que "não foi apresentada nenhuma proposta".

Ficam assim adiadas as perspetivas de liquidação das dívidas da empresa, cujo acumulado envolve atualmente 3,5 milhões de euros, distribuídos por diversos credores.

Fonte da gestão judicial da Helsar adianta que continua a ser intenção do tribunal "promover a venda do património da empresa como um todo", mas admite avançar agora para outros formatos de transação.

Se nesta primeira experiência a aposta foi no regime de apresentação de propostas em carta fechada, para a segunda tentativa de venda o administrador judicial e a massa credora deverão adotar um novo formato, podendo recorrer a "hasta pública ou leilão ‘online’".

Contactado pela Lusa, o Sindicato Nacional dos Profissionais da Indústria e Comércio do Calçado, Malas e Afins revela que a dívida para com os ex-funcionários da Helsar constitui uma das parcelas mais significativas dos atuais créditos sobre a insolvência, mas enumera várias outras entidades que aguardam recuperar os valores que ainda lhe são devidos.

Entre essas incluem-se vários fornecedores de matérias-primas e embalagens, uma clínica médica e a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), assim como diversas instituições bancárias, entre as quais o BIC, BCP, Santander Totta, Bankinter, BPN, Montepio, Novo Banco e Caixa Geral de Depósitos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.