Em declarações à agência Lusa, João Azevedo, de 42 anos, prometeu “muita força e muita vontade, como se fosse o primeiro dia”, para concretizar o seu objetivo.

Se for eleito para o seu terceiro mandato, que terá de ser o último, João Azevedo pretende dar prioridade a projetos “ligados à regeneração urbana, à qualificação ambiental e à pequena/grande revolução no que toca à nova empregabilidade no concelho”.

“O setor empresarial é fundamental. Mas, em todos esses setores, vamos para a fase da excelência”, frisou.

O autarca socialista contou que, desde que tomou posse, conseguiu “resolver o principal problema de Mangualde, que era aquele que fazia com que estivesse completamente atado: a doença financeira do município”.

“Resolvida que está a questão da doença financeira, com a nossa força, iremos colocar Mangualde, com toda a certeza, no patamar da excelência”, acrescentou.

Nas eleições autárquicas de 2009, com apenas 33 anos, João Azevedo destronou o social-democrata Soares Marques, que procurava um quarto mandato, vencendo-o com maioria absoluta.

Em 2013, o PS conquistou cinco mandatos e a coligação PSD/CDS dois.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.