O funeral do também tradutor e dramaturgo sairá pelas 11:00 de sexta-feira da Basílica da Estrela para o Cemitério dos Prazeres, acrescentaram os Artistas Unidos, companhia de teatro fundada e dirigida por Jorge Silva Melo.

"As cerimónias estarão abertas a todos aqueles que queiram prestar-lhe uma última homenagem", conclui a mensagem dos Artistas Unidos.

Nascido em 07 de agosto de 1948, em Lisboa, Jorge Silva Melo foi ainda guionista, cronista, crítico, divulgador, ensaísta.

Jorge Silva Melo morreu na noite de segunda-feira, em Lisboa, de doença oncológica, aos 73 anos.

Os Artistas Unidos revelaram, entretanto, que a última peça encenada por Jorge Silva Melo, "Vida de artistas", vai estrear-se no próximo dia 23, no Teatro S. Luiz, em Lisboa.

“Morte de um caixeiro viajante”, de Arthur Miller, “A circularidade do quadrado”, de Dimitrís Dimitriádis, "Quartos", de Enda Walsh, são alguns dos últimos trabalhos de encenação de Jorge Silva Melo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.