O projeto piloto de formação, que resulta de um protocolo entre o Sindicato dos Jornalistas e o Ministério da Educação que será assinado no sábado na Escola do Cerco, no Porto, vai envolver um grupo de 10 jornalistas e académicos.

Também a partir de sábado, cerca de 100 professores de 40 agrupamentos estarão a receber formação e passarão o que aprenderem a milhares de alunos com atividades de literacia dos 'media' nas aulas.

As sessões de formação decorrerão em Faro, Évora, Lisboa, Águeda e Porto, com professores do 3.º ciclo do Ensino Básico e do Secundário que já estão ligados à área dos media nas escolas.

Serão cinco sessões de quatro horas cada uma, que até 13 de abril decorrem na Escola do Cerco, na Secundária Adolfo Portela (Águeda), no agrupamento Eça de Queiroz (Lisboa), no agrupamento número 02 de Évora e no Agrupamento Tomás Cabreira (Faro).

A longo prazo, pretende-se que pelo menos dois professores que lecionam Cidadania em cada um dos 811 agrupamentos de escolas em Portugal tenham tido esta formação.

A ideia é também aumentar o número de jornalistas e outros formadores envolvidos no projeto e alargar a formação a outras classes profissionais.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.