O caso aconteceu cerca das 23:00 locais (22:00 em Lisboa) de terça-feira, quando o pai, o antigo chanceler de Portugal em Benguela, Francisco Borges, foi surpreendido por um assaltante munido com uma arma branca.

A mesma fonte descreveu à Lusa que o antigo funcionário do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal (reformado), resistiu ao assalto, tendo sofrido vários golpes e ferimentos.

Ao tentar acudir, o filho, que se encontrava em casa, foi atingido com tiros de metralhadora de outro assaltante, acabando por falecer no Hospital Geral de Benguela.

Os homens colocaram-se em fuga, estando o caso em investigação pela polícia.

Apesar de nacionalidade portuguesa, a família da vítima está há vários anos radicada em Benguela, estando o funeral do jovem previsto para hoje, num cemitério de Benguela.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.