Na última semana, o México acordou com mais palavras no metro. O Dicionário Larousse iniciou uma campanha contra o assédio e abuso sexual utilizando palavras - e trocadilhos - para passar a mensagem. Os anúncios foram instalados na Cidade do México, em Guadalajara, Monterrey e Mérida.

"Um bombom é um doce, não uma mulher". "Uma saia é uma peça de vestuário que não deveria ser usada com medo". "Repulsa é o que provocas quando abusas de alguém". Estas são algumas das frases que se podem ler no metro e que pretendem passar uma mensagem: "Não é não".

Montserrat Cisneros, representante de marketing da Larousse no México, explicou ao El País que a campanha não é apenas sobre assédio e abuso sexual.

"A campanha procura destacar a importância da linguagem no desenvolvimento das pessoas. Queremos demonstrar que a Língua é de todos, não algo super elevado que se discute entre 40 eruditos, e que melhorar a linguagem pode melhorar a forma como vivemos".

Não é a primeira vez que o dicionário faz este tipo de campanha para incentivar ao uso correto das palavras. Mas, desta vez, e como não poderia deixar de ser, considerando o mote da campanha, há uma dupla mensagem.

Porquê no metro? "Viajar no metro é um pesadelo para as mulheres, num contexto onde existem tantos feminicídios e à menor provocação te acusam de 'feminazi'", afirmou Cisneros. 

No México, nove em cada dez mulheres já foram vítimas de violência sexual nos seus percursos quotidianos, segundo dados da ONU. No total, 65% das mulheres já foram abusadas no metro, o que faz da Cidade do México o segundo lugar mais perigoso do mundo - em termos de transportes públicos - para as mulheres.

Em março deste ano, a ONU esteve envolvida numa campanha que também alertou para esta questão. Entre os bancos normais do metro mexicano foi instalado um com características anatómicas masculinas: nas costas, o peito e o abdómen; no assento, o pénis. A campanha pretendia sensibilizar os homens para o facto de as mulheres serem assediadas no seu dia-a-dia.

Já são muitas as reações no Twitter a respeito da campanha do Dicionário Larousse, que conta com os hashtags #AcosoNo e #NoEsLoMismo:

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.