A presença de drones na pista aérea de um dos aeroportos mais importantes do Reino Unido, obrigou a que os voos com destino a Gatwick tivessem de ser desviados para outras cidades e aeroportos, incluindo Paris e Amesterdão.

Também os voos que tinham saída de Gatwick sofreram grandes atrasos.

A BBC avança que cerca de 10 mil passageiros foram afetados.

Em comunicado, a direção do aeroporto explica que "dois drones sobrevoaram o aeroporto, pelo que tivemos que suspender os voos durante a investigação".

Cerca das 8h00 a pista ainda estava condicionada. No twitter, o aeroporto referiu que "a segurança dos passageiros e funcionários é a nossa prioridade".

O grupo europeu de controlo de tráfego aéreo Eurocontrol disse que a pista permanecerá fechada até as 11:00. Esta foi encerrada por volta das 21h00 de quarta-feira,  quando dois drones foram vistos a sobrevoar a pista (que chegou a ser reaberta por cerca de 45 minutos nesta madrugada, tendo voltado a ser encerrada).

"Após informações sobre a presença de dois drones sobrevoando a pista do aeroporto de Gatwick por volta das 21:00, a pista foi encerrada das 21:03 de quarta-feira às 03h01 de quinta-feira", lê-se num comunicado divulgado pelo aeroporto.

"Infelizmente, outra observação de drones nas proximidades do aeroporto forçou o encerramento da pista, novamente, por volta das 03:45", acrescentou a nota.

O aeroporto já garantiu estar a trabalhar com as companhias aéreas para "oferecer aos passageiros estadia em hotéis" ou alternativas de viagem.

Gatwick é o oitavo aeroporto da Europa com maior volume de tráfego. A partir dali faz-se a ligação a mais de 200 cidades e de 70 países e transitam anualmente 45 milhões de passageiros.

(Notícia atualizada às 09:21 - Com agência Lusa)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.