Hoje, segundo a rádio pública angolana, o chefe de Estado e presidente do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), José Eduardo dos Santos, indicou o vice-presidente do partido e atual ministro da Defesa, João Lourenço, como o candidato do partido a Presidente da República nas eleições de 2017.

“Obviamente que fico satisfeito com essa tomada de posição de não se candidatar de novo; já chega, ele tem um percurso que, gostando ou não, respeitando ou não, vai ter de ser estudado e vai ter de ser documentado”, disse Luaty Beirão em entrevista à Lusa em Lisboa.

O ativista político admitiu ficar “satisfeito, obviamente”, e considerou que “era chegada a altura de fazer este anúncio”, acrescentando que “o país não pode ficar dependente de uma só figura”.

Para o cantor angolano, se José Eduardo dos Santos “voltasse a candidatar-se, ele voltaria a ganhar”.

“É preciso novas caras, novo sangue, Angola tem de dar um passo, ele já não está a permitir que Angola caminhe; Angola está refém das suas decisões e dos seus caprichos e felizmente foi ele próprio a decidir que basta. Estou muito satisfeito com isso, e agora o caminho é para a frente. ‘Next'”, concluiu.

Para o número dois da lista do MPLA às eleições gerais de 2017, e candidato a vice-presidente, foi indicado e aprovado na reunião do Comité Central do partido, que se realizou hoje em Luanda, o nome do atual ministro da Administração do Território, Bornito de Sousa.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.