O ex-ministro, que entrou para o Governo em abril de 2016 em substituição de João Soares, falava aos jornalistas à saída do Palácio de Belém, em Lisboa, após assistir à posse dos novos ministros da Defesa Nacional, da Economia, da Saúde e da Cultura.

“Quero dizer que fui muito feliz enquanto ministro da Cultura e que tenho orgulho no que fiz e tenho uma grande expectativa na minha sucessora, Graça Fonseca, que vai fazer um excelente lugar”, declarou Luís Filipe Castro Mendes aos jornalistas.

Sobre a sua saída do Governo, o ex-ministro não referiu nenhum motivo em concreto, apenas confirmou que pediu para sair, adiantando que o momento foi escolhido pelo primeiro-ministro, António Costa: “A única coisa que eu tenho a dizer é que saí a meu pedido”.

“Evidentemente que o momento foi escolhido pelo senhor primeiro-ministro e dentro de uma conjuntura que é perfeitamente compreensível”, acrescentou.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.