Os resultados do escrutínio nos três países foram afixados, como ocorre normalmente, nos locais de votação depois de concluído o escrutínio.

Segundo dados obtidos pela Lusa, Lula conseguiu 701 votos contra 223 em Jair Bolsonaro na votação na Austrália e venceu na Nova Zelândia com 328 votos, contra 71 votos em Jair Bolsonaro.

Em Timor-Leste, e tal como ocorreu em 2018, Jair Bolsonaro foi o candidato mais votado pelos 65 eleitores (de entre 91 registados) que se deslocaram hoje à Embaixada do Brasil em Díli.

Bolsonaro obteve 37 votos, contra 18 em Lula da Silva, seis em Ciro Gomes, três em Simone Tebet e um em Felipe d’Avila.

Nas eleições de 2018, Bolsonaro já tinha ganho com ampla vantagem, obtendo 41 votos contra apenas dois em Fernando Haddad (na primeira volta) e 27 votos na segunda volta contra os 11 de Haddad.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.