No comunicado sobre a situação epidemiológica na Região Autónoma da Madeira, o Instituto da Administração de Saúde do arquipélago (IASAUDE) menciona que os 31 casos de infeção ativa “mantêm seguimento pelas autoridades de saúde em ambulatório, sem necessidade de cuidados hospitalares”.

Também refere que, nos vários concelhos do arquipélago, estão a ser acompanhadas 370 pessoas, 281 em vigilância ativa e 89 em autovigilância.

O documento ainda indica que no total, a Madeira tem notificados até ao momento 1.529 casos suspeitos da covid-19, sendo que 1.439 “não se confirmaram”.

No que diz respeito à realização de testes, o IASAUDE informa que hoje foram realizados 58 a doentes no Hospital Dr. Nélio Mendonça, que “deram todos negativos”.

O mesmo resultado é reportado em relação às 71 amostras efetuadas nas estruturas de apoio à terceira idade, adiantando que até à data “neste contexto de respostas sociais foram processadas 2.486 amostras” em 28 instituições.

Na Madeira foram analisadas no Laboratório do Serviço Regional de Saúde (Sesaram) um total de 7.418 amostras, abrangendo um universo de 6.602 utentes alvo de teste à covid-19 nesta região.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou perto de 312 mil mortos e infetou mais de 4,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,6 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.218 pessoas das 29.036 confirmadas como infetadas, e há 4.636 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.