“Para a UEP prevê-se só para este ano um investimento global de três milhões de euros, dos quais dois milhões em armamento e equipamento de proteção individual”, disse Eduardo Cabrita nas comemorações do 10.º aniversário da Unidade Especial de Polícia.

No discurso, o governante adiantou que este investimento para aquela unidade de elite da Polícia de Segurança Pública insere-se na lei de programação de infraestruturas e equipamentos para as forças e serviços de segurança aprovada pelo Governo e que constitui um “virar de página histórico” para as polícias.

Segundo Eduardo Cabrita, até 2021 vai ser feito um investimento anual de cerca de 90 milhões de euros nas forças e serviços de segurança, nomeadamente em viaturas, equipamentos e instalações policiais.

O ministro adiantou que até ao final do ano vão ser entregues 400 novas viaturas às forças e serviços de segurança, estando ainda previstas mais 600 em 2019, 2020 e 2021.

Na cerimónia que assinalou os 10 anos da UEP da PSP, o ministro destacou ainda a importância e as valências das cinco subunidades que compõem esta unidade de reserva operacional e especialidade da PSP.

A UEP é composta pelo Corpo de Intervenção, Grupo Operacional Cinotécnico, Grupo de Operações Especiais, Corpo de Segurança Pessoal e Centro de Inativação de Explosivos e Segurança em Subsolo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.