Os dados publicados na página da internet da Procuradoria-Geral da República (PGR) indicam que 70% dos inquéritos de violência doméstica na comarca de Lisboa foram arquivados em 2016 e no ano seguinte esse valor cifrou-se nos 68%.

Já em relação aos inquéritos findos que deram origem a uma acusação, o relatório indica que se registou “apenas uma percentagem” de 15% em 2016 e 16% em 2017.

Os dados mostram ainda que a pendência de inquéritos por violência doméstica sofreu um decréscimo de quase 4% no final de 2017 comparativamente ao final de 2016.

De acordo com o documento, esta diminuição justifica-se com a redução de entradas de inquéritos de 3,3%, bem como com o aumento de 32,6% das suspensões provisórias de processos aplicadas em inquéritos de violência doméstica.

Segundo o relatório, a comarca de Lisboa recebeu 3.740 inquéritos em 2017, enquanto no ano anterior tinham dado entrada 3.869.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.