Vários países europeus têm adotado o recolher obrigatório para ajudar a controlar a pandemia e, segundo uma sondagem de opinião da Aximage para o Jornal de Notícias e TSF, a medida tem o apoio da maioria dos portugueses (81%).

Apesar de concordarem com o recolher obrigatório noturno, apenas 39% dos inquiridos concordam o confinamento semelhante ao que decorreu entre março e abril. A oposição ao encerramento generalizado incide, sobretudo, entre os inquiridos com 65 anos ou mais (61%).

A sondagem foi realizada entre os dias 22 a 26 de outubro, ainda antes de os autarcas da Área Metropolitana do Porto terem defendido a medida. Porém, ocorre depois de o presidente da República ter admitido, a 16 de outubro, a possibilidade do recolher obrigatório em caso de “agravamento brutal da situação”.

De acordo com os resultados, 31% dos portugueses acreditam a possibilidade de serem infetados é alta ou muito alta.

As festas e os grandes ajuntamentos são apontados por 81% dos portugueses como as situações em que mais temem o contágio, seguindo-se os transportes públicos com 73% dos inquiridos, com destaque para as áreas metropolitanos do Porto e Lisboa. Os centros de saúde e hospitais também são apontados por 47% dos portugueses.

Perante o aumento das infeções, o Conselho de Ministros reunirá novamente, no sábado, para discutir novas medidas para controlar a pandemia.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.