Durante uma vista à Quinta do Mocho, em Loures, Marcelo Rebelo de Sousa foi questionado pelos jornalistas sobre a questão dos refugiados, no Dia Mundial dos Refugiados.

"Eu distinguiria Portugal e a Europa. A Europa tem muito a fazer (...) A política que existe não é pacífica, divide vários países europeus e uns aplicam, outros não aplicam ou aplicam de maneiras diferentes e a Europa tem de ter uma posição comum sobre isso", apontou.

Já sobre Portugal, o Presidente da República considera que "tem sido um exemplo".

"Nós temos recebido, para a nossa população, um número muito significativo em termos europeus. Já estivemos no segundo, terceiro lugar e estamos nos cinco primeiros países a receber e têm-se feito de uma forma calma, serena, pacífica, por todo o país", elogiou.

Marcelo Rebelo de Sousa referiu que tem "testemunhado a integração nos sítios mais imprevisíveis, desde o litoral até ao interior e têm-se feito com bom senso".

"Têm-se feito por pequenos passos e de uma forma que mantém o acordo nacional e é um ponto que não divide a opinião pública portuguesa. em Portugal não há divisões sobre isso e isso é bom sinal", destacou.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.