O naufrágio de uma embarcação ocorrido hoje de madrugada a 11 milhas (24 quilómetros) da costa da Figueira da Foz provocou três mortos, mantendo-se um pescador desaparecido.

Numa mensagem publicada no ‘site' da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa associou-se "à dor dos que perderam um ente querido, um colega de faina ou um amigo" e recordou a importância de se investir na segurança dos pescadores portugueses.

O Presidente da República defendeu que é necessário, num "país de grande vocação marítima, investir na segurança destes homens, demasiadas vezes sujeitos a acontecimentos trágicos desta natureza".

"Lamentavelmente, a dureza do mar ceifou, uma vez mais e de forma precoce, a vida destes nossos compatriotas que tanto respeito e admiração nos merecem", refere a mensagem de Marcelo Rebelo de Sousa.

De acordo com o porta-voz da Marinha, Pedro Coelho Dias, as buscas continuam no local, com dois salva-vidas (Aveiro e Figueira da Foz), uma corveta da Marinha e ainda um helicóptero da Força Aérea. Estão mobilizados cerca de 70 operacionais.

Três dos pescadores são de Ribamar (Lourinhã, distrito de Lisboa) e um outro de Maceira (Torres Vedras, distrito de Lisboa).

De manhã, Coelho Dias tinha dito à Lusa que os meios de salvamento foram ativados assim que foi recebido o alerta no Centro de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa, durante a madrugada, via rádio baliza de emergência (EPIRB), que por norma só é ativado manualmente ou quando a embarcação vai ao fundo.

A fonte precisou que foi imediatamente enviado para aquele local o helicóptero EH-101 da Força Aérea, o salva-vidas da Figueira da Foz (distrito de Coimbra), a embarcação de alta velocidade da Polícia Marítima e uma corveta da Marinha.

Pelas 08:30, o helicóptero encontrou destroços e os corpos de dois dos quatro pescadores.

Durante a tarde, foi encontrado o corpo de um outro pescador, continuando desaparecido um dos homens da embarcação.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.