Marcelo Rebelo de Sousa falava durante um fórum empresarial, num hotel da capital cubana, na presença do vice-presidente do Conselho de Ministros de Cuba, Ricardo Cabrisas Ruíz.

“Acabo de saber do resultado da votação nas Nações Unidas. É um dia histórico, para nós, também. É um dia histórico. Muitas felicidades”, declarou o chefe de Estado, num castelhano improvisado.

Aplaudido pela assistência, o Presidente da República acrescentou que o levantamento do embargo imposto pelos Estados Unidos a Cuba “é a posição constante de Portugal, de todos os partidos portugueses, de esquerda e direita, uma posição comum”, completando: “E de centro, claro”.

A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas aprovou hoje, pela 25.ª vez, uma resolução que apela ao levantamento do embargo dos Estados Unidos contra Cuba, com a novidade de ter contado com a abstenção da representante de Washington.

A resolução, que é anualmente apresentada por Cuba, foi aprovada por 191 dos 193 países-membros das Nações Unidas, com as abstenções dos Estados Unidos e de Israel.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.