Organizada pela Animal Save and Care Portugal, a Vegans for Love e a Associação Nova Atlântida, esta marcha começou em 2016, em Londres, e tornou-se mundial dois anos depois, “juntando dezenas de milhares de pessoas”.

A concentração está marcada para o Rossio, seguindo-se um desfile até à Alameda Dom Afonso Henriques.

Os participantes pretendem chamar a atenção para a situação dos animais que, “por tradições, crenças e paladares”, são diariamente usados, explorados, torturados e mortos.

“Este evento pretende unir as vozes das pessoas por todos os animais e luta pelo reconhecimento dos direitos que lhes são sistematicamente roubados: o direito a serem livres, o direito à vida, o direito à proteção legal, o direito a um habitat e o direito a serem resgatados”, lê-se num comunicado hoje divulgado.

O grupo de ativistas luta pela criação de uma Declaração dos Direitos dos Animais.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.