Segundo Fábio Sousa (PCP), o alerta para o aluimento de terras foi dado ao início da manhã por “vizinhos que se mostraram preocupados com as casas”.

“Por se tratar de uma zona limite entre os concelhos de Lisboa e Odivelas, estão neste momento a ser avaliadas as condições de segurança por várias entidades”, afirmou.

De acordo com o responsável da junta de freguesia lisboeta, será “necessário intervir no talude” para que as habitações que aí se situam não fiquem numa situação de maior risco e eventual derrocada.

“Há habitações em risco e, por isso, estamos a monitorizar. Há ainda uma zona de barracas que será demolida”, acrescentou.

O autarca disse ainda à Lusa que uma dessas barracas era habitada por um homem, que ficou desalojado.

Os serviços municipais estão já a acompanhar o morador, que terá de ser realojado no imediato, estando previstas para os próximos dias avaliações especializadas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.