Segundo a Marinha, as barras de Esposende, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Douro, São Martinho, Ericeira, Alvor, Albufeira, Faro, Olhão, Tavira, Vila Real de Santo António e ainda a ilha das Flores, nos Açores.

As barras de Viana do Castelo e Aveiro estão fechadas a embarcações de calado inferior a 30 e a 15 metros, respetivamente.

A Marinha indica ainda que a barra marítima da Figueira da Foz está fechada apenas a embarcações de calado inferior a 35 metros.

Por causa da agitação marítima, o Instituto Português do mar e da Atmosfera (IPMA) colocou sob aviso laranja os distritos de Lisboa, Setúbal, Beja e Faro e a Madeira até às 21:00 de hoje, passando depois a aviso amarelo.

A Autoridade Marítima Nacional (AMN) alertou para um agravamento gradual das condições do estado do mar até sexta-feira, com ondas que podem chegar aos nove metros de altura.

A instabilidade marítima será acompanhada de "muita chuva" e de "vento muito forte", com rajadas que poderão ultrapassar os 40 nós, refere a mesma nota.

A AMN recomenda a quem se encontra no mar a regressar ao porto de abrigo mais próximo e a adotar medidas de precaução, tais como "reforço da amarração e vigilância apertada das embarcações atracadas e fundeadas".

A Autoridade Marítima dirigiu um especial aviso aos pescadores lúdicos de pesca à cana, aconselhando que devem evitar "pescar junto às falésias e zonas de arriba nas frentes costeiras atingidas pela rebentação das ondas, tendo sempre presente que o mar nestas situações extremas alcança muitas vezes zonas aparentemente seguras".

À população em geral, a AMN aconselha que evitem passeios junto à costa e nas praias.

O IPMA prevê para hoje no continente céu geralmente muito nublado apresentando períodos com menos nebulosidade a partir da tarde, em especial na região Sul, aguaceiros, por vezes fortes e de granizo, diminuindo de frequência a partir da tarde, queda de neve nos pontos mais altos da Serra da Estrela, descendo a cota para 600 metros nas regiões Norte e Centro a partir do final da tarde e condições favoráveis à ocorrência de trovoada.

A previsão aponta também para vento moderado a forte do quadrante sul, rodando para o quadrante oeste a partir da tarde, soprando temporariamente forte com rajadas até 100 quilómetros por hora nas regiões Centro e Sul em especial durante o início a tarde, sendo forte, com rajadas até 110 quilómetros por hora, nas terras altas, tornando-se gradualmente moderado partir do fim da tarde.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.