Os exames finais nacionais do ensino secundário foram realizados em 647 escolas em Portugal continental e nas regiões autónomas dos Açores e da Madeira, bem como nas escolas no estrangeiro com currículo português.

Foram registadas 359.550 inscrições na primeira fase dos exames finais nacionais, tendo sido realizadas 332.340 provas, o que corresponde a cerca de 92,4% das inscrições.

Relativamente ao ano transato, verifica-se um aumento de cerca de 2.500 provas realizadas.

Entre as 22 disciplinas sujeitas a exame nacional, a que registou um maior número de provas realizadas foi a de Português, com 76.643 provas, logo seguida por Matemática A, com 49.298 provas, Biologia e Geologia, com 47.215 provas, e Física e Química A, com 43.007 provas.

De acordo com os dados oficiais, as médias das classificações dos vários exames relativas aos alunos internos são superiores a 95 pontos, registando-se uma subida da classificação média, em 11 pontos, na disciplina de Economia A.

Com exceção da disciplina de Inglês, disciplina com maioria de alunos autopropostos, verifica-se, à semelhança dos anos anteriores, que os alunos internos obtêm classificações mais elevadas do que as alcançadas pelos alunos autopropostos.

Algumas das diferenças mais significativas observam-se, segundo o Ministério, nas disciplinas de Matemática A, Matemática B e Geometria Descritiva A.

O Ministério da Educação destaca ainda o facto de na disciplina de Economia A a taxa de reprovação dos alunos internos ter descido três pontos percentuais.

Nas disciplinas de Matemática A, História A e Geometria Descritiva A a taxa de reprovação dos alunos internos desceu dois pontos percentuais.

No sentido contrário, verifica-se um aumento da taxa de reprovação à disciplina de Física e Química A, de três pontos percentuais, e à disciplina de MACS, de dois pontos percentuais.

No processo de classificação das provas estiveram envolvidos cerca de 7.092 docentes do ensino secundário e na vigilância de 10.000 docentes.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.